quinta-feira, 24 de junho de 2010

Borboletas...


Borboletas voam
cintilam suave as suas
asas...

Belas e delicadas
Voa levando
o perfume
suave do jasmim
e do alecrim!

Na inocência
não sabe
a grandeza
da sua beleza!

Ingênuas, delicadas
Belas e formosas
voam sem parar
para encantar!
Borboletas...

4 comentários:

  1. Querida Maysa, um encanto e sublimidade de poesia,uma delicadeza que só tu possuis em teu lindo coração de poeta!Beijos,Vilma Belfort.

    ResponderExcluir